Arquitetura mudejar em Teruel, Espanha

Arquitetura mudejar em Teruel, Espanha

Arquitetura mudejar é Património da Humanidade classificado pela UNESCO e Teruel é uma das cidades onde é melhor representada.

Em 711 DC os mouros atravessaram aquele que é hoje conhecido como o Estreito de Gibraltar e em cerca de 15 anos tinham conquistado toda a Península Ibérica salvo alguns redutos cristão como foi o caso de Covadonga.

Naturalmente que esta ocupação trouxe alterações profundas à civilização visigótica que anteriormente ocupava este território. Hoje em dia podemos visitar monumentos impressionantes como seja o Alhambra ou a Mesquita de Córdoba que são magníficos exemplos de estilos trazidos por esta nova cultura.

Esta ocupação durou cerca de 700 anos, se contarmos o tempo entre a Batalha de Guadalete entre 19 e 26 de Julho de 711 e a Guerra de Granada que dura entre 1482 e 1492 e definitivamente põe fim à ocupação muçulmana.

Após a invasão moura dá-se início ao processo da Reconquista por parte do povo visigodo que talvez tenha começado em 722 com a rebelião de Pelayo em Covadonga.

Ora bem, de 722 a 1492 que é o período da Reconquista, decorrem mais de 700 anos e durante esse período há uma lenta transição de regresso à cultura cristã e nessa transição aparece um estilo arquitectónico que integra elementos moriscos com elementos góticos, é o estilo que ficou conhecido como mudejar.

Este tipo de arquitetura único no mundo por si só é digo de uma viagem.

Sou um apaixonado por História e o período de ocupação muçulmana capta a minha atenção de maneira muito particular daí que este tipo de arquitetura me é muito querido.

Gosto de passear pelo centro de Teruel e imaginar como seriam os dias quando estes edifícios foram construídos e o espanto e admiração das gentes daquela altura.

Não faltam monumentos para visitar em Teruel e qualquer publicação turística poderá fornecer uma listagem muito completa, coisa que não pretendo fazer aqui.

No entanto, aproveito a oportunidade para dizer que a arquitetura mudejar é Património da Humanidade classificado pela UNESCO e Teruel é uma das cidades onde é melhor representada.

Apesar de não listar exaustivamente os monumentos de Teruel, há no entanto três estruturas que representam este local mais do que qualquer outra e são: O Arquivo Histórico de Teruel, a Torre de San Martin e os Amantes de Teruel esculturas que podem ser visitadas na igreja de San Pedro em Teruel.

Tracem uma rota como mais gostarem e visitem Teruel a pé, é uma excelente caminhada e não muito longe da cidade há locais fantásticos para caminhar que irei descrever em posts futuros.

Divirtam-se.

David Monteiro

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s