Em Ponte de Lima sinto-me em casa

Ponte de Lima tem um ambiente tão acolhedor que é fácil nos sentirmos em casa.

Há alguma coisa no Minho que não sei explicar e que, mais do que me atrair, ali me faz sentir confortável como se da minha casa se tratasse.

Tenho a sorte e o prazer de poder visitar Ponte de Lima muitas vezes por ano. Visito-a em situações muito diversas em trabalho mas também de férias, o que me dá a possibilidade de ver o local com diferentes olhos.

Sinto nesta gente o genuíno prazer de receber gente de fora e assisto com agrado ao seu orgulho não contido sobre a terra e os seus costumes.

Tento aprender esta forma de estar e viver. Agrada-me e faz-me sentir mais livre.

O Paço de Calheiros que aparece nas fotografias deste texto é um bastião de cultura minhota e de tradição familiar. Aqui o Conde de Calheiro exibe com orgulho a sua herança aristocrática mas também o carinho pelos seus conterrâneos que os traz ao convívio com quem visita este solar.

Termino aqui este texto com a alegria de ter começado a escrever sobre o Minho e com a certeza que muitos outros textos se seguirão.

Bem hajam,

David Monteiro

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s