A caminhar até Ponta do Sol pela costa, Santo Antão, Cabo Verde

De Cruzinha a Ponta do Sol é uma caminhada pela falésia ampla sobre o mar. Uma das melhores que podemos fazer em Santo Antão.

O serpentado da estrada parece levar-nos a dar a volta à ilha.

Quero ir para Cruzinha e a viagem de carro está a demorar tanto que começo a duvidar que estejamos a ir para o local certo, não fosse o GPS confirmar a nossa rota como certa.

De Ribeira Grande para Cruzinha são 25Km por estrada que demoram quase uma hora a percorrer.

Mas o trajeto não tem nada de aborrecido, passamos por locais onde qualquer viajante quer parar e apreciar a singularidade das gentes e costumes.

Sendo eu cabo-verdiano e sendo esta a ilha natal de boa parte da minha família, sinto uma familiaridade constante.

Começo a ficar perdido na dualidade entre querer começar a caminhada e a necessidade que tenho de parar a cada momento de interesse.

Um ferreiro … há quanto tempo não via um ferreiro … aqui, com muita mestria, aproveita-se o metal velho para novos usos porque escasseiam ferramentas e as que são importadas são demasiado caras para as posses destas gentes.

Esta rota leva-nos a conhecer zonas remotas e antigas da ilha onde há poucas casas novas.

Um dos problemas visuais da ilha, e do arquipélago em geral, é a falta de reboco nos prédios o que dá um ar degradante às localidades. Cruzinha quase não tem casas novas pelo que esse problema não se manifesta e a sua cruz é ao mesmo tempo o que a protege.

O caminho que a fazer desenvolve-se ao longo da falésia e por isso dirigimo-nos para a zona do porto onde também encontramos os barcos de pesca à espera de uma melhor oportunidade para se fazerem ao mar.

O caminho é óbvio, não há como enganar. Um empedrado muito bem conservado marca até onde esta neblina impossibilita a visão.

Vê-se que estamos perante um caminho que terá sido feito há muito tempo. Estando tão exposto ao mar, a sua boa conservação só pode ser explicada por ter sido inicialmente muito bem feito, já que a falta de recursos deste país não me faz acreditar na sua manutenção regular.

Para a descrição do caminho tenho que me socorrer das fotografias que aqui podem ser encontradas, já que as palavras podem rapidamente começar a repetir adjetivos abonatórios.

São 15,5Km entre Cruzinha e Ponta do Sol e o desnível concentra-se quase todo numa determinada passagem entre Corvo e Fontainhas, são um total de 780m de desnível positivo dos quais 625m se encontram na secção referida.

Temos que andar pelo menos metade do caminho para chegarmos a Formiguinhas e aí ter um par de bares onde comprar algum reforço alimentar.

Seguem-se as localidades de Corvo e Fontainhas antes de chegarmos a Ponta do Sol.

Sobre Fontainhas é bom ler o seguinte: https://montesevales.net/2016/11/25/fontainhas-santo-antao-cabo-verde/

A paisagem não carece de explicações. Basta ver as fotografias.

Vejo uma certa neblina ao longo da costa, Pensei que iria desaparecer mas afinal persiste.

As fotografias com céu limpo terão que ficar para uma melhor altura mas até lá ficam as memórias de uma dos trilhos mais interessantes que conheço.

Boas caminhadas,

David Monteiro

2 thoughts on “A caminhar até Ponta do Sol pela costa, Santo Antão, Cabo Verde

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s