Adega da Herdade do Freixo, Redondo

 

 

A temperatura é alentejana, a paisagem é um misto de de planície e montado mas a arquitetura é universal, estamos na Adega da Herdade do Freixo.

 

À entrada da herdade a vinha denunciava a sua juventude.

Estando eu mais habituado às vinhas nortenhas é natural que estranhasse, mas nem por isso desarmei. No entanto, havia algo na organização do terroir que me chamava a atenção mas ainda hoje não sei explicar o que era.

À entrada da adega, a arquitetura do espaço faz-me sorrir por ver a solução de “enterrar” o edifício, naturalmente para aproveitar a temperatura ambiente, pensei eu.

Olhando para o edifício vi uma chaminé que prendeu a minha atenção sem que eu conseguisse entender a sua utilidade. Não tinha visto fotografias do espaço antes de ir para lá e por isso não tinha qualquer referência.

A amabilidade da equipa não surpreendeu, é característica dos alentejanos e é um total encanto a que me rendo.

Estava a fazer um trabalho de consultoria para um cliente. Montava uma viagem de turismo ativo e necessitava encontrar uma adega para visitar que se enquadrasse no contexto e espírito da viagem em causa.

Mas não estava preparado para o que iria ver.

Gentilmente, e de forma muito profissional, fui recebido e recolhi toda a informação que tinham para me facultar, até que finalmente chegou a hora de ir visitar a adega propriamente dita.

Ao entrar no espaço não consegui esconder a minha admiração e o automático fascínio por o que acabava de ver. Senti-me de regresso ao Guggenheim.

De repente, o que via de fora fez todo o sentido, todas as linhas do interior desenvolviam-se em sintonia e o conceito era de uma lógica tão natural que a primeira explicação já parecia uma redundância.

Em resumo é edifício que não se sobrepõe à vinha e respeita a paisagem e, na sua simplicidade, é majestoso de forma segura e tranquila.

De entre as adegas com linhas modernas, é o edifício mais interessante que conheço.

Não ia preparado para fotografar semelhante edifício, mas não podia perder a oportunidade.

Tal como pode ser encontrado no site da Câmara Municipal do Redondo:

“A Herdade do Freixo é uma herdade do Concelho de Redondo localizada perto da Aldeia do Freixo, entre a Serra D’Ossa e Évora.

Enquadrada nos mil Hectares desta propriedade, há seculos na pertença da mesma família, 26 HA são de vinha com castas Nacionais e Internacionais, criteriosamente escolhidas para alimentar esta magnifica Adega.

Construída a 40m de profundidade, o edificado não interfere com a paisagem numa conceção perfeita com a natureza que a envolve, o Primeiro “sonhador” deste projeto é o Engº Pedro Vasconcellos e Souza, enólogo e proprietário da herdade.  “

ver mais detalhes: aqui

Através do link referido em cima, também ficamos a saber que o projeto arquitetónico é de autoria do Arq. Frederico Valssassina e a obra do referido arquiteto pode ser conhecida em: http://www.fvarq.com

Parabéns à Herdade do Freixo.

David Monteiro

PS: Herdade do Freixo http://www.herdadedofreixo.pt/

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s